Blog

Quais os melhores exercícios para perder peso?
Treino

30 Setembro 2019

Quais os melhores exercícios para perder peso?

Quais os melhores exercícios para perder peso?

Quando o objetivo é perder peso, é frequente prescrever-se um conjunto de exercícios compostos ou exercícios funcionais. Contudo, serão esses os exercícios mais indicados para a perda de gordura?


Se não vejamos: se o objetivo é perder peso, não será ideal que a massa magra aumente? Se o objetivo de um treino de hipertrofia é ganhar massa muscular, não fará sentido ser este o treino de perda de gordura? Qual será o mais importante? Treinar que nem um “louco” ou ter uma alimentação mais cuidada? Fazer muito cardio ou dedicarmo-nos mais à musculação?


Para que possamos dizer que um exercício é o melhor para a perda de peso, temos de ter em conta todas as especificidades que o podem tornar mais eficaz de entre as dezenas que temos à disposição. Além de todas as especificidades de cada um, acresce ainda o facto de que, o melhor exercício pode ser apenas de transição. Ou seja, um exercício pode ser muito bom para alguém em determinado momento e logo de seguida deixar de fazer o efeito desejado ou de fazer sentido no planeamento do treino daquela pessoa.


O melhor treino tem de ter em conta a anatomia e a fisiologia distinta de cada um. Acresce ainda o facto de um exercício não ter apenas um objetivo, ou seja, não ser só hipertrofia, perda de peso ou mobilidade. É algo muito maior e diferenciado, pelo que não pode ser levianamente catalogado como mais ou menos, melhor ou pior.


Assim sendo, a resposta à pergunta "quais os melhores exercícios para perder peso?", é: “depende!”. Antes de prescrever qualquer exercício, temos sempre de responder a questões como: a quem se destina? Qual o objetivo? Qual a tolerância ao exercício? Qual a dose a aplicar? Em suma, não devemos dizer que um exercício é melhor do que o outro. O que é ideal para mim pode não ser para ti. Pode, inclusive, nem servir como treino!


Não obstante e, de forma genérica, considero que para casos de perda de gordura deve ser privilegiado um trabalho de resistências, de forma a aumentar a massa magra. Isto é, realizar um trabalho em que se otimize todo o corpo com cargas ajustadas para promover um aumento cardiovascular e grande desgaste muscular. É claro que os exercícios de cardio que fazemos a meio de um treino (jumping jacks, mountain climbers, etc.) elevam o gasto calórico. O problema é que isso acontece naquele momento. Já o trabalho considerado de força – quer com o peso corporal quer com resistências externas, conduz ao aumento da massa muscular, que por sua vez auxilia eficazmente na diminuição da gordura corporal.


Durante os treinos, devem ser exercitados os grandes grupos musculares, com exercícios como squat ou leg press, duas opções que põem em ação grandes massas musculares e com um elevado gasto energético. Também não podemos deixar de lado os grandes grupos da parte superior do corpo, que poderão ser trabalhados através de chest press, lat pull down, pull over e push up. Este conjunto de seis exercícios é dos mais simples, sendo que, em princípio e com as devidas ressalvas para cada indivíduo, a maioria das pessoas poderá fazê-lo para um trabalho corporal geral. É caso para dizer “keep it simple, make it work!”.


Obviamente que o treino tem um papel fulcral no alcance de um objetivo tão difícil como o da perda de gordura, na medida em que dará um forte boost, mas nunca se esqueçam: a melhor ação para a perda de gordura começa no prato, com uma alimentação adequada.


Além disso, para te ajudar a atingir os teus objetivos, podes complementar o treino com suplementação. Quando falamos em perda de peso, na Rocksprint encontras várias opções: aceleradores da perda de peso, bloqueadores, termogénicos e drenantes.


Para te ajudar neste processo, agenda uma consulta totalmente gratuita no serviço de atendimento, exclusivo Rocksprint, aqui.



Por Sandro Silva, Personal Trainer


>> Este artigo foi útil para ti? Subscreve a newsletter. É grátis. CLICA AQUI  <<