Blog

Dieta macrobiótica: o que é e quais os seus benefícios
Nutrição

09 Novembro 2020

Dieta macrobiótica: o que é e quais os seus benefícios

Dieta macrobiótica: o que é e quais os seus benefícios

Existem diversas formas de se praticar uma alimentação saudável. Nos dias que correm, é crescente o grupo de pessoas que, por diversos motivos (religiosos, éticos, económicos, etc.), adotam uma alimentação não tradicional (vegetariana, vegana, macrobiótica, etc).


A palavra macrobiótica tem origem no grego (macro= grande e bio=vida) e significa grande vida ou a arte de grande vida com saúde e alegria. Baseia-se nos antigos princípios chineses do yin e yang, que representam forças opostas mas que se complementam e que existem em todos os aspetos da vida e do universo.


>> Clica aqui: PROMOÇÕES DE HOJE <<


A alimentação macrobiótica defende um equilíbrio entre estes dois conceitos, ou seja, ingerir de uma forma proporcional alimentos yin e yang. Estes são os que se aproximam de uma relação sódio/potássio semelhante ao nosso organismo, isto é, 1 parte de sódio para 5 partes de potássio.


Deverão fazer parte da alimentação macrobiótica os seguintes grupos de alimentos:
- 50% de cereais integrais em grão e com preferência para o arroz
- 30% de vegetais de folha e raízes
- 10% de leguminosas (grão, feijão, lentilhas etc) e algas
- 10% de produtos animais (de preferência peixe) e de fruta


>> Ainda não estás registado no nosso site? De que estás à espera? REGISTAR-ME AGORA. <<



Além destes grupos alimentares, deve ter-se em conta os seguintes aspetos:
- A gordura a ingerir deve ser de origem vegetal;
- O consumo de frutas e legumes deve ser de acordo com a época e área geográfica;
- Evitar ingerir líquidos durante a refeição e dar preferência à água dos alimentos e chás digestivos após as refeições;
- As refeições devem ser feitas num ambiente calmo e cómodo;
- A mastigação dos alimentos deve ser feita calmamente.


A dieta macrobiótica apresenta baixo teor de gordura e colesterol e elevado teor de hidratos de carbono complexos e fibra, sendo, por isso, um tipo de alimentação adequada para um desportista.
As pessoas são todas diferentes e, com tal, temos que ter diferentes abordagens e soluções que melhor se adaptem a cada uma delas. Para qualquer esclarecimento adicional, agenda já tua consulta online gratuita com uma das nossas especialistas em nutrição desportiva, no serviço exclusivo de Aconselhamento Rocksprint. Marcar agora.


Por Adriana Martins, Nutricionista


>> Este artigo foi útil para ti? Subscreve a newsletter. É grátis. CLICA AQUI  <<