Blog

Dicas para evitar lesões no desporto
Treino

09 Julho 2019

Dicas para evitar lesões no desporto

Dicas para evitar lesões no desporto

"Lesão"? Eis o termo que os atletas menos querem ouvir, quer sejam atletas de recriação, quer sejam de elite.


Quem faz exercício procura dar o máximo para atingir os objetivos, mas para tal temos de garantir ao organismo todos os nutrientes que necessita e efectuar os exercícios de forma correta, além de incluír o descanso no plano semanal de treino.


As lesões são um risco inerente ao próprio exercício físico, mas que podem ser prevenidas. As mais comuns são as lesões ligamentares, onde ocorre o ferimento total ou parcial do ligamento, que une um osso ao outro e estabiliza as articulações correspondentes. Há ainda as lesões esqueléticas, que ocorrem mais ao nível dos membros superiores e inferiores e as lesões tendinosas, onde há inflamação dos tendões.


Aqui ficam algumas medidas para minimizar o risco de lesão no âmbito desportivo:


1º Identificar os factores que predispõem para a ocorrência de lesões
As lesões podem dever-se a vários fatores, por exemplo: intensidade do exercício, postura corporal errada, utilização de máquinas/ aparelhos de forma errada, défice de nutrientes, calçado errado/ outros equipamentos.


2º Suplementar


GLUTAMINE da Rocksprint

Repõe a glutamina perdida durante o exercício físico.
A realização de exercícios físicos intensos e prolongados reduz a disponibilidade de glutamina às células, o que predispõe para ocorrência de infecções por debilidade do sistema imunitário e diminuição da síntese proteica e colagénio que são essenciais em períodos de recuperação.


HMB 3.0 da Rocksprint
Previne o dano muscular e a perda de massa muscular nas lesões em que há necessidade de imobilização temporária.


COLLAGEN JOINT COMPLEX da Rocksprint
Com Chondractiv™ (Colagénio Hidrolisado tipo II), apresenta-te uma fórmula distinta e com substâncias com provas mais do que dadas na manutenção da saúde das articulações.
Collagen Joint Complex é ótimo para reabilitação das lesões de sobrecarga.


JOINT PLUS 60 tabs da Rocksprint
Joint Plus, rico em glucosamina, condroitina e MSM e Boswellia, regenera as articulações e reduz a inflamação e dor associadas a uma lesão.


WHEY PRO da Rocksprint
As proteínas têm uma função importante na reparação, manutenção e síntese muscular. Se a quantidade de proteína ingerida for inferior às necessidades, ocorrerá preferencialmente catabolismo proteico e a recuperação entre eventos desportivos será comprometida.


A toma de um suplemento rico em proteína é óptimo para promover um balanço azotado positivo. Isto, porque promove:
• diminuição da taxa de degradação proteica que ocorre durante o treino
• hipertrofia
• reparação muscular
• adaptação muscular
• redução da fadiga


VITAMIN DAILY COMPLEX 60 softgels da Rocksprint
Facilita a eliminação das células musculares lesadas e tecidos mortos, impede a acumulação de fluidos e células imunitárias no tecido lesado, acelera o processo de reparação e cicatrização do tecido, estimula a síntese do colagénio, reduz a dor e inflamação, aumenta a elasticidade das fibras musculares, prevenindo o dano muscular e, consequentemente a ocorrência de uma nova lesão.


3º Corrigir a alimentação e composição corporal
A alimentação adequada às necessidades desportivas é deveras importante não só para melhorar o desempenho físico e mental, para suporte aos treinos intensivos, mas também para a prevenção e recuperação de doenças ou lesões. Por isso, deve-se adequar o plano alimentar ao exercício praticado, ajustar à intensidade dos treinos/ provas ao longo do ano e aos objectivos de composição corporal.


Para ajuste da composição corporal podem utilizar-se os seguintes suplementos da Rocksprint:
THERMO MANETHERMO LADY
GAINER PRO
DRAINER
CLA
CARNITINE


Não te esqueças da hidratação. O exercício físico, principalmente nos desportos de resistência, levam a um aumento substancial da produção de suor, com perdas importantes de água e eletrólitos. Estas perdas têm consequências negativas na saúde e na performance do atleta, que predispõe para a ocorrência de uma lesão muscular. Por exemplo:


• aumenta a frequência cardíaca
• diminui o aporte sanguíneo para os músculos,
• modifica a utilização do glicogénio muscular e a produção de energia
• sensação de fadiga precoce
• diminui a contractilidade e elasticidade das fibras musculares


Por Carla Santos, Farmacêutica


>> Este artigo foi útil para ti? Subscreve a newsletter. É grátis. CLICA AQUI  <<